Translate

Pesquisar neste blog

"Ópera dos mortos" no VI Encontro de Leitores - 28 de outubro, 20h

O que? "VI Encontro de Leitores Antes Que a Rotina Nos Separe De..." 

Onde?  Café com Letras, 203 sul
Quando? quinta-feira, 28 de setembro de 2010, a partir das 20h.
Quem? Leitores que cultivam o prazer de ler e debater
Como? Indo ao Café no dia marcado
Por quê? Interagir, papear e trocar impressões deixa a rotina mais legal, antes que a gente se separe dos momentos bons da vida!
Livro? Ópera dos mortos. Autor: Autran Dourado. Editora Rocco, 1967, 252 páginas. (Romance brasileiro)


Sinopse:




Lançado originalmente em 1967 e incluído pela Unesco numa coleção das obras mais representativas da literatura mundial, Ópera dos mortos é um dos romances que melhor espelha a temática e o rigor formal de Autran Dourado. Sua narrativa é um mergulho no passado da família Honório Cota a partir de um velho sobrado que, em sua arquitetura barroca, já corroída pelo tempo, vai revelando o destino de seus moradores, marcados pela tragédia, numa cidadezinha no interior de Minas Gerais.

"O senhor atente depois para o velho sobrado com a memória, com o coração", adverte um narrador que aos poucos se confunde com a cidade onde reinava o coronel Lucas Procópio Honório Cota. Homem valente, que impunha respeito pela força e truculência, traços que passavam distante da personalidade de seu filho e herdeiro, João Capistrano. Melancólico, em luta permanente para se livrar do fantasma do pai, este fracassa na política — sua única chance de se impor na cidade — e passa o resto de seus dias trancado no sobrado que ergueu como uma espécie de monumento à família.

Com o correr dos anos, o casarão vai se impregnando cada vez mais dos fantasmas dos antepassados, que transformam tudo, de objetos a ambientes, em signos da morte. É neste ambiente opressivo e desolado que Rosalina, filha única de Capistrano, vai viver depois da morte de seus pais. Solteira, isolada do mundo e tendo como única companhia a empregada Quiquina, que é muda, ela passa seus dias fazendo flores de pano e vagando entre relógios parados e paredes carcomidas.

A rotina do sobrado vai ser alterada com a chegada de José Feliciano. Biscateiro, em busca de trabalho de cidade em cidade, Juca Passarinho, como é chamado por todos, vai aos poucos entrando no universo enigmático da casa e, principalmente, na vida da austera Rosalina.

Cruzando as vozes dos diversos personagens em comentários e contrapontos, Autran Dourado mostra que o título de seu romance não foi escolhido ao acaso. Como no gênero musical a que faz referência, é a certeza de um fim trágico e as emoções arquetípicas que percorrem esta Ópera dos mortos, uma meditação sobre os fantasmas do passado e, sobretudo, um exercício de virtuosismo narrativo.


Sobre o autor:

Waldomiro Autran Dourado nasceu em Patos de Minas em 1926. Jornalista, foi secretário de imprensa do presidente Juscelino Kubitschek, em 1956.
Sua obra se insere num esforço de renovação da literatura brasileira mesmo que aparentemente volte-se para temas tradicionais, como a vida no interior ou a ambiência de fazenda. Na verdade, este traço demonstra a origem mineira do autor bem como a influência de Faulkner, o que levou o autor a criar a cidade imaginária de Duas Pontes.

Resgatando Minas Gerais, o autor inspirou-se no barroco mineiro e espanhol. Sua obra forma um conjunto em que as gerações se sucedem transitando entre os séculos do apogeu do ouro até os dias de hoje.

Já ganhou vários prêmios literários, entre eles o Prémio Camões, em 2000. Seu romance mais célebre é Ópera dos Mortos e sua novela mais conhecida é Uma Vida em Segredo, adaptada posteriormente para o cinema. Traduzido em diversos países, venceu o prêmio Goethe de 1982 com o livro As imaginações pecaminosas.

A Rocco inicia agora a reedição da obra com sofisticado padrão gráfico. Além dos ensaios, contos e romances já publicados no passado, será lançado ano que vem o inédito Gaiola aberta, com memórias políticas dos tempos em que trabalhou com Juscelino Kubitscheck, no governo de Minas e na Presidência da República. É casado e mora no Rio de Janeiro.






Promoção cultural: Solange Pereira Pinto 
HomeAteliê Ato Com Texto (61) 9961.6971
SEPS 905/705 Edifício Mont Blanc -Brasília/DF
 

Parceria: Café com Letras
 (61) 3322.4070 / 3322.5070
SCLS 203 SUL - Bl. C - Lj 19 - Brasília/DF

Nenhum comentário:

Postagens mais acessadas

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Oficina de dobraduras