Translate

Pesquisar neste blog

Espontaneidade: uma regra para boas obras



Quando começou a escrever, Lobo Antunes planejava todo o livro: construía a arquitetura da obra para depois deixar fluir o texto. Agora, seu processo de criação já é bem diferente. “Planejava meus livros por insegurança. Ainda não compreendia que o livro é um organismo vivo”, revelou. Para os iniciantes no mundo das letras, deixa a deixa: “Quem quer ser escritor, devia ver muito os dribles do Mané Garrincha. E com a espontaneidade e a inteligência que ele jogava bola que se constrói uma obra de arte”.


Festa LiteráriaInternacional de Paraty - 2009 - Confira o site da FLIP - de 1 a 5 de julho
...

Desenho: Ana Luísa, 6 anos.

...

Nenhum comentário:

Postagens mais acessadas

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Oficina de dobraduras